Mais Dicas Aqui!

30 junho 2015

0

43 sugestões de atividades para fazer nas férias

Com a chegada das férias, ficamos sem ideia do que fazer para animar a criançada e fazer atividades com a família.
Pensando nisso, abaixo apresento uma lista com sugestões de atividades para realizar nas férias.



Confira abaixo uma lista de sugestões de atividades que garantem férias inesquecíveis:
1. Cozinhe

Atividade trivial para os adultos, só o fato de poder ajudar na tarefa já a torna especial. Uma dica é pensar em refeições temáticas como o dia do sanduíche, da pizza, das saladas, das frutas. Pais que trabalham podem pedir que os filhos separem os ingredientes durante o dia , para gerar expectativa para o evento.

Diversão barata e certeira, a pipa – ou papagaio – pode render um dia repleto.
 Na hora de empinar, só não esqueça de ir para um descampado longe de fios de eletricidade.
 2. Faça pipas
3. Brinque de fazer roupas
Uma sugestão é brincar de fazer tie-dye (camisetas hippies cheias de cores). Para isso, basta comprar tintas para tecido e seguir as instruções. Mas se a graça é brincar, pode-se criar roupas com jornais, tecidos, caixas e o que mais a criatividade permitir.
4. Prepare um desfile de moda
Com as criações próprias ou com combinações do guarda-roupa (da criança ou dos pais), a graça é fazer um evento e pensar em tudo. Local, decoração, figurinos, modelos, trilha sonora, maquiagem e penteado. 
. Aprenda origami 
Para dias chuvosos, que tal aprender a fazer origamis? 
6. Brinque de jardinagem e plantação

Crianças que vivem em cidades grandes dificilmente têm oportunidade de ter contato com a natureza. Que tal aproveitar o período sem aula para isso? Pode ser uma plantinha pequena, pode ser uma árvore, pode ser até um feijão no algodão. 
7. Faça bolhas de sabão 

As férias de verão pedem atividades ao ar livre. Bolhas de sabão são uma ótima opção. Com um arame moldado, é possível fazer bolhas gigantes!
8. Aprenda arte com papel

Basta um jornal velho, bexigas, cola branca e um pincel para criar vários objetos usando a técnica da papietagem. Encha a bexiga e cubra com várias camadas de papel picado coberto pela cola. Depois de seco, pode virar um vaso, uma luminária ou o que a imaginação inventar.
9. Crie seu próprio brinquedo 

Vale usar material reciclado, tecidos, espigas de milho e o que mais a imaginação permitir. Não esqueça de pedir ajuda aos mais velhos. Muitos avós tinham o costume de fazer seus brinquedos.

10. Prepare um telejornal 
Que William Bonner que nada! No fim do dia, as estrelas serão as crianças. Vale ser um jornal apresentado ao vivo, ou a exibição do material gravado durante o dia... Mas com que notícias? Pode ser um resumo do dia, das férias, das notícias reais...
11. Monte peças teatrais 
Que tal montar uma releitura de uma peça que vocês assistiram juntos? Ou quem sabe criar uma história nova? Ou ainda sortear papeis em um envelope cheio de personagens (bruxa, encanador, velha, empresário, criança, fada...) e deixar a peça rolar solta? Não se esqueçam de bolar figurinos e cenários. Uma apresentação para a família toda também pode ser uma grande estreia bem legal.
12. Escreva um livro
Dobre várias folhas sulfites ao meio e grampeie formando um pequeno livro em branco. Entregue para a criança dizendo que é a oportunidade de escrever seu próprio livro. Ilustrações e a capa também entram na brincadeira.
13. Escreva uma história em quadrinhos

Mostre também alguns gibis e proponha o desafio de escrever (e desenhar) uma história em quadrinhos. 
14. Monte um jogo da memória musical

Encha garrafas caçulinhas, em pares, com objetos diferentes: feijões, cacos de vidro, papel, sementes de diferentes tamanhos... De dois em dois, faça um jogo da memória sonoro em que os participantes terão que encontrar a outra garrafa que tenha o mesmo som da que ele mexeu.

15. Faça uma tarde de jogos musicais

Qual é a música?, brincadeiras de roda, músicas folclóricas, versinhos, e dedicatórias de música... São tantas as opções! A educadora musical e professora da UFRGS Leda Maffioletti afirma que é importante usar esse tempo para reviver as tradições aprendidas em um momento de contato e afetividade. "Mais do que a Galinha Pintadinha, as músicas folclóricas podem se tornar a música da avó, do tio, da prima", diz. 
>> No calor, os animais precisam de atenção redobrada

16. Grave um CD com as músicas favoritas da família
Com um CD exclusivo (gravado pelo celular), é possível manter essa tradição e as memórias afetivas da tarde de diversão. Além disso, há a possibilidade de apresentar músicas dedicando a alguém especial. Para Leda, o contato com a música é fundamental para o desenvolvimento, já que “pela música, a criança desenvolve a linguagem, além de ampliar o vocabulário, sua riqueza afetiva, cultural e cognitiva”.

Fazer modelos de corpo inteiro.
 Ajudam as crianças no auto-conhecimento corporal. Além disso, é possível criar desenhos só de parte do corpo como pés, mãos, braços...
17. Faça arte com modelos do próprio corpo
18. Separe um tempo para leitura e contação de histórias
19. Desmanche um velho equipamento eletrônico 
Sabe aquele computador velho e quebrado que ficou na estante e não tem mais uso? Ou aquele aparelho de fita cassete dos anos noventa? Que tal deixar a curiosidade correr solta e oferecer que as crianças desmanchem e vejam como eles funcionavam e como são seus componentes? Só não esqueça de avisar que eles não podem fazer isso com todos os eletrodomésticos da casa!
20. Faça uma pista de obstáculos dentro de casa (ou no quintal) 

Atravessar por debaixo da mesa, ir sentando nas cadeiras enfileiradas sem tocar os pés no chão, pular uma montanha de almofadas e ter que desviar do caminho repleto de panelas sem encostar em nenhuma. Vale montar o circuito que puder imaginar em uma competição de tempo cronometrado.
21. Transforme sua casa em um GP  

Com papéis ou caixas de papelão monte uma pista de corrida para os carrinhos das crianças. Vale pensar e estruturar curvas, despenhadeiros e até loopings.

22. Faça uma gincana

>> Os jogos kin-ball e tchoukball conquistam as escolas 

23. Dê banho nos brinquedos
Além de deixar os brinquedos (e ursinhos) mais limpos, a brincadeira ajuda a criar um senso de responsabilidade pelos objetos.
24. Acampe dentro de casa 
Cabanas de lençol, contar histórias iluminados só por lanternas e o que mais vier à mente.
25. Brinque de praia

Não é por que você não foi ao litoral que não pode fingir que foi. Vale fazer todo mundo colocar roupa de banho, fazer brincadeiras características, fazer castelinhos de areia (ou terra) e, com sorte, até quem sabe um banho de mangueira.

30. Faça um picnic 
26. Construa uma estação metereológica


Em tempos de seca, ou chuva intensa, em que os temas climáticos estão sempre na mídia, que tal observarem alguns aspectos do clima? Com uma estação metereológica equipada com um medidor de chuva (pluviômetro), pressão (barômetro) e um cata-vento, é possível detectar sinais do clima que por vezes não nos atentamos.

27. Faça uma árvore genealógica

Rever as origens é ótimo para reviver sua história. Faça uma árvore genealógica com nomes, fotos, figuras, desenhos e não esqueça de contar histórias e pedir ajuda dos mais velhos na família.

>> Uma viagem com crianças ou falta muito?

28. Tenha dias temáticos

Dia de piratas, cientistas, de uma cor, um animal, vale soltar a criatividade junto com os pequenos e pensar atividades condizentes (ou pedir que eles pesquisem sobre o tema e apresentem de noite para os adultos).

29. Organize o quarto das crianças com a ajuda delas

Assim como o banho das bonecas, organizar seus objetos ajudam as crianças a terem responsabilidade. Além disso, é uma oportunidade para separar brinquedos em bom estado para doação.

31. Acompanhe os pais ao trabalho

Você pai ou mãe, vai trabalhar? Que tal separar um dia mais tranquilo e mostrar para as crianças o que você faz durante o dia?

32. Faça uma noite do cinema (com direito a pipoca)

33. Tenha um dia do quebra-cabeça 

34. Faça uma feira do livro

Pode ser no condomínio, na vizinhança, com os colegas de escola ou em família. Cada um leva um ou mais livros que possa trocar e a festa está feita. Não se esqueça de incluir uma de troca de gibis!
35. Programe uma noite de jogos de tabuleiro

36. Faça mapas do bairro

Muitas vezes as crianças ficam presas dentro do carro e acabam não conhecendo o próprio bairro. Que tal sair a pé explorando o bairro? Fazer um mapa ao final garantirá um aprendizado espacial.

37. Escreva uma carta (e envie pelo correio) 

Hoje em dia quase ninguém escreve cartas, mas que tal relembrar os velhos tempos e sair com a missão de escrever e enviar uma carta para uma pessoa querida? Pode até ser da mesma cidade.

38. Visite um local de sua infância ou compartilhe um objeto da época em que era criança

A conversa entre pais e filhos sobre os tempos de criança amplia a intimidade e gera identificação.

>> Irmãos que brincam e brigam

39. Observe as estrelas 

Pode ser difícil nas grandes cidades, mas na praia ou em cidades menores, é viável. Além disso, visitas a planetários e observatórios são um programa bem interessante.

40. Visite parques e praças e aproveite para explorar a natureza

Conte o número de pássaros no parque próximo de sua casa ou catalogue as árvores do seu bairro. O que importa é explorar a natureza ao seu redor. 
41. Participe de programas culturais
Museus, teatros, cinemas sempre têm opções para as crianças durante as férias. Informe-se e prestigie.
42. Organize o material escolar

Próximo do fim das férias, é bom começar a pensar no próximo ano letivo. Separe o material escolar que será usado, faça capas personalizadas para os cadernos e crie um clima bacana para a volta às aulas.
43. Escreva um registro das férias para lembrar-se do que mais gostou
Mesmo com tantas possibilidades de atividades, a professora Tânia Fortuna alerta que é preciso respeitar o espaço da criança e permitir momentos de ócio. “Às vezes os adultos ficam tão aflitos para preencher o tempo dos pequenos que acabam se sentindo devastados por não terem tempo para ficar quietos com suas coisas”, diz.4343

22 junho 2015

0

Tubo de ensaio decorado para festa junina



0

Livro para colorir de adultos



Uma febre que se espalhou no mundo inteiro, são os livros de colorir para adultos, que traz uma tranquilidade, além de ser uma grande terapia para quem vive muito com a mente cansada, pelo stress do dia a dia.
























21 junho 2015

0

Quadro de papel para diversão do seu filho




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...